terça-feira, 5 de maio de 2009

Burnout, Quemarse ou La Brûlure Interne




Administrador Complexado: “Eu tenho isso!”



Pois é, amigo administrador, não só você sofre desta síndrome. Muitos trabalhadores e até mesmo você, leitor, sofrem com este mal.





Leitor Amigo: “Mas o que é que o Administrador e Eu temos???”


“A Síndrome de Burnout é um termo que descreve o estado de exaustão prolongada e diminuição de interesse, especialmente em relação ao trabalho. O termo burnout descreve principalmente a sensação de exaustão da pessoa acometida.” (Wikipédia)
Viver em uma sociedade em constante evolução não só trás boas tecnologias, resultados, reconhecimentos ou promoções. Se você não correr atrás do seu objetivo, outro vem e o passa para trás. Esta é a ordem natural do Mundo Globalizado.

Então, nós mortais trabalhadores que lutamos com unhas e dentes pelos nossos empregos, vamos até o fim para mantê-lo. E é aí que mora o perigo. Mesmo o trabalho estando exigente demais, nós sempre iremos buscar o melhor de nós, queimando até o final nossas energias. Às vezes, dedicamos até os nossos fins de semana ao trabalho. E depois de tudo isso, a desilusão. Seu trabalho não foi reconhecido...



Administrador Complexado: “É o fim. A morte seria muito melhor.”


Pois é, acredito que isso possa até passar pela cabeça de quem sofra desta síndrome. Mas isso não é o fim. Algumas empresas para contornar este tal de Burnout, fazem o possível para melhorar a qualidade de vida do funcionário. Dando-lhe um local adequado de trabalho, oferecendo-lhe ferramentas apropriadas e não arrancando o couro ou pressionando-o psicologicamente a cada segundo.

Recompensar o funcionário por um trabalho que tenha gerado um bom resultado, quando ele expõe sua idéia, dar-lhe um simples bom dia, ajuda muito em sua qualidade de vida, na produtividade da empresa, na qualidade do serviço prestado e na lucratividade. (Deu pra ver daqui o sorrisão no seu rosto! Lucro = Sorriso rs rs)

Como saber se eu sofro da Síndrome de Burnout?

9 comentários:

Unkboy disse...

Nossa, descobri mta coisa q nem imaginava rss.. vc está de parabéns, seu blog é excelente :p

aproveite e acesse o meu sempre que puder
http://poliversal.blogspot.com

Bjs
Unkboy

NR disse...

Um professor meu, no 2º ano da faculdade, disse certa vez para aproveitarmos aqueles anos pq qndo entrassemos no mercado, ñ teriamos gente nos bajulando pelo q fizemos, como os professores as vzs faziam. Q qndo fizéssmeos algo bom seria só nossa obrigação, q ñ seríamos recompensado por aquilo, te garanto que bateu uma depressãozinha no momento viu. Praticamente uma pré-sindrome ahuaha
achei esse assunto muito interessante, ñ sabia q isso existia.

Larissa disse...

Eu tenho isso???????? :O :( Será??? É provável! :D

ALAINE SILVIANELY disse...

OBRIGADA!É MEU PAI QUEM FAZ.
HÁ E PARABÉNS PELO TEU BLOG EXCELENTE!!

Marcus Alencar disse...

Nossa, também descobri que nem sabia que tinha e mal sei pronunciar isso, que legal, eheheh
concordo de certo modo com o que você fiz logo no final do texto, afinal não há mal algum em tratar pessoas como pessoas, coisas que poucos fazem...e não só pelo lucro ou pelos resultados mas também pelo bem-estar do ser-humano ali..né
boas charges também

Cassiano Maçaneiro disse...

pois é...as doenças relacionadas ao estresse e ao excesso de trabalho sao o grande mal da atualidade e com certeza tendem a se agravar mais e mais!
ótimo blog...comentando..e seguindo daqui pra frente..com certeza
!

Renata disse...

Muito bom seu blog!!!!
Divertido e informativo
parabéns!
beijaooooooooo
se puder passa lá no meu :)

Daani disse...

Hum, muito bom seu blog, achei
super interessante seu texto.
Tudo em excesso nos faz mal, ate o trabalho.
Beeijos, tambem vou seguir voce :*

Leonardo Almeida disse...

Oieeee adorei o tópico sobre burnout.
Muito normal isso acontecer, por vezes.
Na verdade muitas vezes isso acontece pela rotina em que o trabalho cái.
Por isso, inovar, buscar novos desafios é uma excelente receita para fugir dessa síndrome.

Abraços

Related Posts with Thumbnails