sábado, 14 de agosto de 2010

MINHA CASA NOSSA VIDA



“Eu uso o simulador da CEF!!!”



Brincadeiras a parte, este é um assunto muito sério. Não vou defender política de governo, mas o que me levou a puxar este tema foi um artigo que li recentemente, no qual relatava a similaridade do programa com o programa habitacional da ditadura militar.

Não só o artigo me incomoda. As pessoas também gostam de falar mal e algumas vezes nem sabem do que estão falando. Uma amiga minha me perguntou: "Será que este programa é sério mesmo? Eu acho que não passa de uma forma de o governo arrecadar dinheiro à custa dos menos favorecidos". Não rebati esta de imediato. Levei para casa e pensei bastante. Conclui que perdi tempo tentando encontrar uma forma de justificar a possível roubalheira do governo e esqueci o mais importante: O Desenvolvimento.

Imagine você se não tivéssemos o “Minha Casa, Minha Vida”? Como seriam nossas vidas?


“Eu não tenho nada a ver. Não comprei e nem preciso de casa deste programa. Meu General deixou uma pensão enooooorme para mim.”


Ei, véia louca. Preste a atenção.

Vamos trabalhar com números pequenos. Digamos que no Estado do RJ em uma obra pequena sejam necessários 250 funcionários (no pico da produção) para sua execução. Suponhamos que cada um ganhe um salário mínimo (R$510,00) vezes 250 funcionários (não considerando horas extras e nem bônus) = R$127.500,00 reais que são pagos a funcionários no mês. Digamos que estejam ocorrendo outros 50 empreendimentos de mesmo porte no RJ e mais 50 nos 5 outros maiores Estados do Brasil – Estaríamos pagando a funcionários cerca de R$38.250.000,00 de salários no mês. ISSO TRABALHANDO COM NÚMEROS PEQUENOS.

Eu te pergunto: Como se faz um país crescer sem ter de girar um montante de R$38 milhões de reais em um mês, só em um setor econômico?

Se trabalharmos com números um pouco mais plausíveis, este montante seria ainda maior. Logo, o que se paga em um mês em salários daria para construir muitas casas ou apartamentos de baixa renda, diminuindo o déficit habitacional no Brasil.

Pessoal, vamos pensar um pouco antes de falar besteira, ok? E lembre-se que nesta brincadeira milhares de trabalhadores estão sendo empregados, e estes, ao invés de estarem nas ruas roubando, drogando-se ou até matando, estão em algum canteiro de obras produzindo o tão cobiçado desenvolvimento sócio-econômico.




Próximos posts:
>Olha a Governança que é Corporativa
>Administração Divina - (Título poderá sofrer alteração)

Um comentário:

Caetano Lorenzetti disse...

Legal a iniciativa do blog.

Vi que é torcedor do flu! então, confere lá: http://analisefc.blogspot.com/2010/08/foto-torcedor-3.html

Related Posts with Thumbnails