sábado, 7 de agosto de 2010

VAMOS CONFLITAR???


“Conflito é: Tensão produzida pela presença simultânea de motivos contraditórios.” (10ª. def. 2º Michaelis)


Quem não entrou em conflito com alguém hoje? Lembrando que nem sempre o conflito é explícito, precedendo uma ação física, mas pode ficar entranhado em nós, latente, o que pode ser igualmente perigoso.

Algumas pessoas procuram de todas as formas não entrar em conflito com outras, visando à política da boa vizinhança. Mas paremos e pensemos: E por que não conflitar?

Hoje tirei o dia de folga e fiquei ruminando a viabilidade do conflito funcional.

Na semana passada vivenciei uma situação entre 2 funcionários de minha empresa. A princípio achei que iria terminar em briga, pois um colocou o dedo na cara do outro e tive de entrar no meio para evitar mortos ou feridos. Conversei com cada um separadamente e vi que faltava um melhor acompanhamento (liderança) da equipe. Em seguida, sentamos juntos e sintetizamos os problemas chegando assim a uma solução simples e saudável.

Vejo casos de conflito disfuncional todos os dias e muitas vezes o culpado disso é o sistema em que vivemos ou até nós mesmos que esquecemos nosso líder interior em algum lugar hibernando.

Relações de poder, falta de comunicação, vícios corporativos etc. São muitos os fatores que levam pessoas a se digladiarem. Por algumas vezes nem se sabe o real motivo de estar conflitando.

Já presenciei até um tipo de conflito disfuncional que gosto de denominar ‘conflito modal’, esse se dá através de pessoas que conflitam por que outro está. Vai perguntar o motivo a ela e a resposta será a seguinte: “Sei lá o que está havendo, só sei que ele esta com raiva de algo. Vou ficar também”. Este também pode ser uma forma de conflito solidário (risos), a pessoa toma as dores do outro e se mete em um conflito que não tem nada a ver com ele, o que faz com que o conflito assuma proporções ainda maiores.

Conflito não é brincadeira. Devemos ter cuidado, pois pode ser destrutivo. Mas conflitar também pode ser bom, por que através dele é possível construir novas idéias e criar forças positivas para a inovação e a mudança¹.

Lembrando que, devemos sim debater um assunto que gere conflito, mas quando ele visa chegar a um resultado que seja bom para os interessados.

“Um debate é uma troca de conhecimentos, uma discussão é uma troca de ignorâncias”².

¹ Robert E. Quinn, político americano e um ex-governador de Rhode Island, explana, entre outras coisas, a respeito da necessidade e viabilidade do conflito. Livro Competências Gerenciais: princípios e aplicações, 2003.

² Chalita, Mansour. Os mais belos pensamentos de todos os tempos. 4 Edição. Rio de Janeiro: Assoc. Cultural Internac. Gibran. pág. 79.

6 comentários:

Aline Fayer disse...

Opa! So hoje estou conhecendo o Administrite. Então, o comentário será para todo o blog. Gostaria de parabenizar e dizer que adorei. Os textos são muito interessantes e divertidos.

Vaunei Guimarães disse...

sim devemos ter cuidado c os conflitos...!

http://vauneiguimaraes.blogspot.com/

Giselle disse...

“Um debate é uma troca de conhecimentos, uma discussão é uma troca de ignorâncias” Liiindo!!! adorei, resume todo e qualquer conflito.

neetho b. disse...

0 para os conflitos haha -q
Adorei o blog é achei bem organizado e informativo.

te espero no meeu *--*
http://retrojovem.blogspot.com

Fabiane Aline disse...

O debate é uma forma de enriquecer o assunto em pauta, trazer novas idéias e novos conhecimentos. Contudo, infelizmente, tem pessoas que levam um simples debate para o lado da discussão, o que poderia ser produtivo, acaba deixando de ser. Respeitar a opinião do outro é fundamental, por mais que o assunto seja conflituoso. Beijinhos e o blog rosa te espera, risos.

Suzy Carvalho disse...

bela atitude de sentar com cada um e ouvir ambos os lados e dps td mundo se juntar em busca de soluções e melhorias para tds. Dialogo sempre eh a melhor arma =D

Related Posts with Thumbnails